A precariedade ganhou voz e rosto no 4º Congresso dos Jornalistas. João Torgal, jornalista precário do grupo RTP, foi porta-voz de um manifesto contra a precariedade, assinado por 34 profissionais da empresa pública. O retrato traçado é o avesso da imagem ontem aqui deixada por 19 diretores de órgãos de comunicação social portugueses. Num debate único na história do jornalismo português, os responsáveis editoriais descreveram um cenário isento de jornalistas precários.

Sobre este assunto pode ainda consultar o artigo “José Peixe: A vontade de vencer a precariedade” e “A sessão que pôs o dedo na ferida